Sábado, 28 de Novembro de 2020 13:47
83 99389-4851
Cidades Eleição 2020

Polícia Militar conduziu 24 candidatos a delegacias e apreendeu mais R$ 100 mil que seriam usados para compra de votos na Paraíba

As ocorrências mais constatadas foram propaganda irregular (boca de urna), compra de votos e desobediência às regras da justiça eleitoral.

16/11/2020 12h03
453
Por: Jeferson Elias Fonte: ClickPB/Bárbara Wanderley
Operação Voto Seguro começou na última quarta-feira (11) (Foto: Reprodução)
Operação Voto Seguro começou na última quarta-feira (11) (Foto: Reprodução)

A Polícia Militar da Paraíba conduziu 159 pessoas até as delegacias da Polícia Federal ou da Polícia Civil nos últimos cinco dias, sendo que 24 delas eram candidatos. Também foram apreendidos R$ 113.706,00, em ações para coibir a compra de votos.

Foram 419 denúncias de crimes verificadas pela PM, sendo que as ocorrências mais constatadas foram propaganda irregular (boca de urna), compra de votos e desobediência às regras da justiça eleitoral.

No período compreendido entre a última quarta-feira (11) até às 17h desse domingo de eleições (15), foram apreendidas 17 armas de fogo e 70 veículos.

Por dia, a PM atuou com 4.500 policiais escalados especificamente para o policiamento das eleições.

Nesta eleição, a Operação COMETA (Comando Eleitoral Tático) foi fundamental no combate à compra de votos e aglomerações, com comboios policiais circulando nas cidades durante as noites e madrugadas, com auxílio da tecnologia de drones de monitoramento.

Algumas cidades tiveram uma atenção redobrada, a exemplo de Pedras de Fogo, Conde, Alhandra, Piloezinhos, Cacimba de Dentro, Ingá, Conceição, Pombal, Patos, Pocinhos, entre outras.

O reforço policial continua, agora para as comemorações.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias