Segunda, 18 de Janeiro de 2021
83 99389-4851
Saúde Vacina

Uma notícia boa: secretários de saúde afirmam que eficácia da CoronaVac é satisfatória e vacina é segura

''Fazer com que a covid se converta em uma gripe comum é o papel da vacina'', disse o secretário Daniel Beltrammi.

13/01/2021 11h08
111
Por: Redação Fonte: ClickPB/Bárbara Wanderley
Uma notícia boa: secretários de saúde afirmam que eficácia da CoronaVac é satisfatória e vacina é segura

Após o anúncio, nessa terça-feira (12), de que a eficácia geral da CoronaVac é de 50,4% muita gente se decepcionou com a vacina desenvolvida em uma parceria entre a empresa chinesa Sinovac e o Instituto Buntatan. Os secretários de Saúde da Paraíba, porém, receberam a notícia com entusiasmo e destacaram que a vacina fará seu papel.

''Algumas vacinas como gripe e rotavírus, que tomamos todos os anos, têm eficácia entre 55% e 60%'', afirmou o secretário de Gestão de Unidades de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi. ''Historicamente, o papel das vacinas sempre foi evitar que as pessoas fiquem gravemente doentes. Fazer com que a covid se converta em uma gripe comum é o papel da vacina'', completou.

Os dados apresentados sobre a vacina mostram que os pacientes que tiveram a doença, mesmo estando vacinados, apresentaram apenas sintomas leves e não precisaram de internação. Nenhum caso grave ou morte foi registrada. ''É uma notícia importante para o cenário de guerra que estamos vivendo''. O secretário de Saúde Geraldo Medeiros destacou que a vacina deve esvaziar enfermarias e UTIs e evitar mortes. 

Beltrammi ressaltou que a vacina foi testada em profissionais de saúde, que estão constantemente expostos ao vírus. ''Em alguns casos, o vírus foi neutralizado assim que chegou no organismo das pessoas''.

Ele destacou ainda que, embora o novo coronavírus só tenha atingido 10% da população da Paraíba, 3.836 pessoas já morreram para a doença (número atualizado em 12/01). Nesse ritmo, segundo Beltrammi, até se atingir a imunidade de rebanho seriam cerca de 23 mil mortes.

Outra vantagem da CoronaVac, que foi destacada por ambos os secretários é o fato de ser uma vacina de vírus inativado, o que a torna muito segura. ''Ela expõe as pessoas que vão recebê-la a todo material viral'', explicou Daniel Beltrammi. Isso é importante porque o novo coronavírus é capaz de mutar com muita facilidade.

''É hora de compreender que as vacinas serão a nossa porta para um futuro em que a pandemia estará sob controle'', disse Beltrammi.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias