Domingo, 18 de Abril de 2021
83 99389-4851
Paraíba Cuidarte

Idosos foram vítimas de maus-tratos e negligência em abrigo de João Pessoa, diz promotora

Na madrugada desta segunda-feira (5), 17 idosos foram retirados da instituição e transferidos para o hospital Padre Zé, após o recebimento de uma denúncia.

05/04/2021 11h43
76
Por: Redação Fonte: ClickPB/Bárbara Wanderley
Idosos foram levados para o Hospital Padre Zé (Foto: Reprodução)
Idosos foram levados para o Hospital Padre Zé (Foto: Reprodução)

A promotora do Ministério Público da Paraíba (MPPB), Sônia Maria Paula Maia, revelou ao ClickPB que tudo indica que os idosos que moravam na instituição Cuidarte, localizada no bairro de Tambauzinho, em João Pessoa, eram vítimas de maus-tratos e negligência. Ela disse ainda que o lar de idosos não tinha condições de funcionamento e pode ser fechado.

Na madrugada desta segunda-feira (5), 17 idosos foram retirados da instituição e transferidos para o hospital Padre Zé, após o recebimento de uma denúncia. A promotora do MPPB, Jovana Tabosa, esteve no local, assim como a vigilância sanitária, e a remoção dos idosos foi providenciada ao ser constatado que eles apresentavam problemas como sinais de desnutrição, escaras e outros tipos de ferimentos. Outros 22 idosos, que estavam aparentemente saudáveis, permaneceram na instituição.

Para a promotora Sônia Maria, o estado de saúde dos idosos que foram internados indica que eles sofriam maus-tratos e negligência no abrigo. Além disso, o número de cuidadores era insuficiente, sendo apenas dois profissionais para os 39 idosos.

A promotora afirmou que, além da instituição, as famílias dos idosos também podem ser responsabilizadas por negligência. ''Não é porque você colocou o idoso num abrigo que não tem mais responsabilidade. Tem que suprir as necessidades, verificar como está. Não pode só pagar uma mensalidade e deixar pra lá'', comentou.

Na manhã desta segunda-feira, a promotora está realizando uma nova visita ao abrigo para checar a situação dos 22 idosos que permanecem no local e verificar se mais algum precisa de atendimento médico. A partir das conclusões dessa visita, serão decididos os próximos passos, mas todas as famílias dos idosos deverão ser notificadas sobre a situação.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias