Terça, 22 de Junho de 2021
83 99389-4851
Política Politica

Doria sobre dispensa de uso de máscara: “Profunda irresponsabilidade”

O presidente Jair Bolsonaro disse que mandou Queiroga fazer um parecer para desobrigar vacinados a usarem o equipamento de proteção

11/06/2021 09h19
106
Por: Redação Portal Sapé na Web Fonte: Metropoles
Doria sobre dispensa de uso de máscara: “Profunda irresponsabilidade”

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), chamou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de “irresponsável”, na manhã desta sexta-feira (11/6), após o chefe do Executivo dizer que o uso de máscara de proteção contra Covid-19 será dispensado para aqueles que foram vacinados.

“É de uma profunda irresponsabilidade e reafirma a posição de negacionista e de irresponsável. [Ele] não tem compaixão e não tem nenhum apreço pela vida dos brasileiros”, afirmou o governador paulista.

A declaração foi dada durante entrega de lote de vacinas do Instituto Butantan para o Ministério da Saúde.

Jean Gorenchteyn, secretário estadual de Saúde e que também é médico, disse que pessoas vacinadas ou que já tiveram Covid-19 podem pegar a doença e retransmití-la, mesmo que não apresentem sintomas.

“Enquanto não tivermos vacinação em massa, o uso de máscara é fundamental e é obrigatório no estado de São Paulo desde um decreto de 4 de maio de 2020”, afirmou.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nessa quinta-feira (10/6) que mandou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fazer um parecer para desobrigar o uso de máscaras por pessoas que já tiveram Covid-19 e por vacinados.

O anúncio foi feito um dia após declaração enfática de João Doria, que afirmou que Bolsonaro será multado caso se recuse a usar máscara no estado.

“Se o presidente Jair Bolsonaro imagina que, pelo fato de ser presidente, pode vir a São Paulo participar de um evento de rua e não usar máscara, ele será multado, como qualquer outro cidadão”, afirmou Doria.

Bolsonaro planeja participar de uma manifestação de seus seguidores na capital paulista.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, admitiu que está sofrendo pressão do presidente e que os estudos solicitados pelo presidente estão em andamento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias