Segunda, 02 de Agosto de 2021
83 99389-4851
Paraíba ''X''

Campanha do sinal vermelho, que combate violência contra a mulher, funcionará em supermercados da Paraíba

Campanha que já funciona em farmácias será estendida para supermercados a partir da próxima sexta-feira (16).

14/07/2021 14h05
113
Por: Redação Portal Sapé na Web Fonte: Assessoria TJPB
Vítima de violência pode sinalizar com X vermelho para pedir ajuda (Foto: Reprodução TJPB)
Vítima de violência pode sinalizar com X vermelho para pedir ajuda (Foto: Reprodução TJPB)

As ações de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher no Estado vão ganhar um novo aliado. A Associação dos Supermercados da Paraíba (ASPB) irá replicar, em seus mais de 200 estabelecimentos, a Campanha Sinal Vermelho, de combate a esse tipo de violência. O assunto foi pauta de uma reunião virtual, que aconteceu na tarde dessa terça-feira (13), ocasião em que a Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência do Tribunal de Justiça da Paraíba definiu com os representantes da Associação, detalhes para firmar a parceria.

A campanha Sinal Vermelho, lançada em junho de 2020, é promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), com o apoio dos Tribunais de Justiça do país. As instituições tomaram essa iniciativa tendo em vista o aumento significativo no número de denúncias de violência doméstica, por conta do isolamento social, resultando em altos índices de feminicídio.

 

Ela consiste no sinal “X” feito com batom vermelho (ou qualquer outro material) na palma da mão ou em um pedaço de papel. A ideia é que a mulher vítima de violência mostre esse X vermelho ao atendente, que deve chamar a Polícia Militar. Essa campanha já está em funcionamento nas farmácias da Paraíba e agora se estenderá também aos supermercados.

A juíza Caroline Silvestrinni informou que a Associação dos Supermercados da Paraíba se mostrou receptiva ao projeto e é da opinião de que a parceria irá abranger mais de 200 supermercados em toda a Paraíba, do Litoral ao Sertão. “Acreditamos que o supermercado será um grande parceiro, um ponto de apoio importante para as mulheres vítimas de violência doméstica, por ser um local frequentado por muitas pessoas e de todas as classes sociais”, disse, acrescentando que a previsão para lançar a campanha nos supermercados é para o dia 16 de agosto, início da Semana de Justiça pela Paz em Casa.

A magistrada Anna Carla Falcão disse que a reunião com os representantes da Associação dos Supermercados foi muito produtiva e válida, considerando a receptividade por parte dos mesmos quanto à adesão ao projeto de cooperação relativo à campanha do Sinal Vermelho. Segundo a coordenadora, será muito positivo na questão atinente ao problema de enfrentamento à violência contra a mulher no Estado da Paraíba, na medida em que facilitará o acesso daquela que se sentir vítima de violência física, psicológica, sexual, patrimonial e/ ou moral aos juízos competentes para a matéria. “Nesse sentido, as mulheres vítimas obterão medidas protetivas que lhes afastarão do agressor e as possibilitarão de terem acesso a toda rede paraibana de proteção, com todas as equipes e profissionais capacitados e especializados que a integram”, pontuou.

O advogado Felipe Figueiredo disse que a campanha é importante e necessária, bem como, que o supermercado pode ser um bom caminho para que as mulheres vítimas possam pedir socorro. “Temos total interesse e disponibilidade em colaborar, de forma que estamos estendendo um braço de solidariedade para que as mulheres possam quebrar o ciclo da violência”, enfatizou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias