Segunda, 02 de Agosto de 2021
83 99389-4851
Política Joás de Brito

Presidente do TRE-PB diz que é inviável voto impresso para Eleições 2022: "tá muito em cima já"

Em entrevista ao Arapuan Verdade, presidente destacou que "se for aprovado dentro do princípio, já que somos presos ao que manda a legislação, nós teremos que cumprir, correr e nos adaptar."

14/07/2021 14h18
105
Por: Redação Portal Sapé na Web Fonte: ClickPB/Eliseu Lins
Presidente do Tribunal Regional da Paraíba (TRE-PB), Joás de Brito, disse nesta quarta-feira (14), que não tempo hábil para viabilizar o voto impresso para 2022. (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)
Presidente do Tribunal Regional da Paraíba (TRE-PB), Joás de Brito, disse nesta quarta-feira (14), que não tempo hábil para viabilizar o voto impresso para 2022. (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)

O presidente do Tribunal Regional da Paraíba (TRE-PB), Joás de Brito, disse nesta quarta-feira (14), que não tempo hábil para viabilizar o voto impresso, caso o desejo do presidente Bolsonaro seja atendido e mudanças na lei possibilitem o voto auditável.

Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM, Joás destacou que "se for aprovado dentro do princípio, já que somos presos ao que manda a legislação, nós teremos que cumprir, correr e nos adaptar. Vai haver uma série de dificuldades e tá muito em cima já".

Joás de Brito destacou também que ocorreram outras duas tentativas de voltar o voto impresso, em 1998 e 2002, mas na época viu-se que não era adequado. E que essa mudança que tem um custo elevado, cerca de R$ 2 bilhões. Além disso é necessário tempo de preparar.

"Essa problemática que tem de ser pensar com cautela. Uma situação que tem de ser analisada. Temos notícias de que há dificuldade de adquirir equipamentos para isso. Não se pode comprar diretamente, tem que ser licitação. É uma eleição  muito grande, com voto pra presidente, senador, deputados estaduais e federais. E, além disso, as urnas devem estar acopladas, funcionar em conjunto com a urna eletrônico, uma situação que tem se pensar pela complexidade e tempo", resumiu.

Eleições na Paraíba

Com relação ao pleito no Estado, o presidente do TRE-PB destacou que o Tribunal fará uma campanha de conscientização para combater as fake news, "que não traz nenhuma vantagem para a democracia", e que as eleições serão no dia 1º de outubro, podendo mudar de acordo com a pandemia.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias