Segunda, 20 de Setembro de 2021
83 99389-4851
Polícia Depoimento

Acusado de matar Anielle confessa que matou a menina, mas nega abuso, afirma delegado

José Alex da Silva​ ainda disse aos policiais, que após o crime, retornou para sua casa no bairro São José e devido a repercussão do caso resolveu fugir para a cidade de Ferreiros, em Pernambuco.

09/09/2021 09h49
325
Por: Redação Sapé na Web Fonte: ClickPB/Isabela Melo
Anielle foi encontrada morta em uma região de mata em João Pessoa (Foto: Reprodução)
Anielle foi encontrada morta em uma região de mata em João Pessoa (Foto: Reprodução)

O delegado da Polícia Civil, Rodolfo Santa Cruz, informou que o acusado de matar Anielle, confirmou durante o depoimento que matou a criança por esganadura, porém negou que praticou o estupro. José Alex da Silva ainda disse aos policiais, que após o crime, retornou para sua casa no bairro São José e devido a repercussão do caso resolveu fugir para a cidade de Ferreiros, em Pernambuco. 

O acusado foi preso na tarde desta quarta-feira (08), e logo em seguida transferido para Central de Polícia Civil, em João Pessoa.

O corpo da criança foi encontrado em uma mata ao lado do Pão de Açúcar, no bairro Miramar, na capital paraibana, nesta quarta-feira (8).

O desaparecimento de Anielle

No fim de semana, a criança e a família passaram o dia na praia. À noite, a mãe decidiu dormir no quiosque de um conhecido. A ideia era acordar cedo, tomar o banho de mar e retornar para casa como relatou a mãe. 

No entanto, imagens de um circuito interno do quiosque gravaram o momento em que o homem chegou de bicicleta no quiosque na orla da capital e levou a criança. A mãe acredita que a criança tenha sido ameaçada pelo homem.

O corpo da menina foi encontrado em uma área de mato perto das margens do Rio Jaguaribe, no bairro de Miramar, em João Pessoa. Anielle Teixeira desapareceu, às 5h, do domingo (05), de um quiosque na orla marítima de João Pessoa.  Na segunda-feira (06), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Crimes contra a Pessoa da Capital, que investiga o caso, encontrou roupas sujas de sangue em uma casa. Mas ninguém foi encontrado no local.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias