Domingo, 28 de Novembro de 2021
83 99389-4851
Polícia Reintegração de poss

Após determinação judicial, Ministério Público e Polícia Militar desocupam comunidade Dubai em João Pessoa

O local faz parte de uma área de preservação da Mata Atlântica.

23/11/2021 08h30
127
Por: Redação Sapé na Web Fonte: ClickPB/Isabela Melo
600 policiais militares participam da operação nesta manhã (Foto: Reprodução/Semob-JP)
600 policiais militares participam da operação nesta manhã (Foto: Reprodução/Semob-JP)

O Ministério Público com apoio de 600 policiais militares deflagraram na manhã desta terça-feira (23), desocupação da Comunidade Dubai, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. O local faz parte de uma área de preservação da Mata Atlântica. 

O pedido de retirada das famílias foi realizado através de uma Ação Civil Pública impetrada pela Prefeitura de João Pessoa na 4ª Vara da Fazenda Pública da Capital.

Retroescavadeiras foram levadas até o local para demolir as estruturas construídas no local e os moradores estão sendo retirados das ocupações irregulares. 

De acordo com informações, cerca de 1,5 mil pessoas, equivalentes a 40 famílias, vivem abrigadas em construções de risco, rodeadas pelo desmatamento que corresponde a 13 campos de futebol.

De acordo com a Polícia Militar (PM), após o cumprimento da decisão, a prefeitura fará o registro de pertences dos moradores e o setor social vai atender as famílias.

Participam da operação, policiais civis, guardas municipais, agentes da Semob e Corpo de Bombeiros.

Confira a ação civil pública

Operação em Dubai 

No último dia 9 de novembro, a Polícia prendeu um homem conhecido como Sheik de Dubai, acusado de comandar o tráfico de drogas na região. 

Dentro de um dos cômodos da casa, os policiais encontraram quantia de R$ 67 mil em espécie, drogas, uma pistola calibre 380 e munições.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias